Comissão Nacional da UNESCO

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Portugal é membro do Comité do Património Mundial

PTCOM2

Mandato 2013-2017

No dia 19 de novembro Portugal foi eleito com 111 votos para um mandato de 4 anos no Comité do Património Mundial. As eleições decorreram na sede da UNESCO, em Paris, no decurso da 19ª Assembleia Geral de Estados parte na Convenção para a Proteção do Património Mundial, Cultural e Natural.

O Comité do Património Mundial é o órgão decisório da Convenção. Os seus membros são eleitos rotativamente e compete-lhe, entre outras funções, decidir a inscrição de sítios na Lista do Património Mundial, zelar pelo estado de conservação dos bens inscritos, decidir quais os bens que devem ser incluídos na Lista do Património Mundial em Perigo ou dela retirados, definir a melhor forma de utilizar os recursos do Fundo do Património Mundial.

Para facilitar a aplicação da Convenção, o Comité elabora Objetivos Estratégicos, os quais são periodicamente avaliados e revistos. Os atuais objetivos estratégicos, também chamados «Cinco C», são reforçar a Credibilidade da Lista do Património Mundial; assegurar a eficaz Conservação dos bens do Património Mundial; promover o desenvolvimento de Competências efetivas nos Estados parte; incrementar a sensibilização do público, a participação e o apoio ao Património Mundial através da Comunicação; valorizar o papel das Comunidades na aplicação da Convenção do Património Mundial.

Portugal foi membro do Comité do Património Mundial apenas uma vez, entre 1999 e 2005 (na altura mandatos de 6 anos), tendo sido então designados como especialistas o Prof. Cláudio Torres e o Prof. José Augusto França.

Saiba maisNovos membros do Comité

                 Folheto da Candidatura de Portugal

                19ª Assembleia Geral de Estados parte