Comissão Nacional da UNESCO

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Inscrição do FABRICO DE CHOCALHOS na Lista de Salvaguarda Urgente

Chocalhos

Foi deliberada pela X Sessão do Comité do Património Cultural Imaterial da UNESCO, reunido em Windhoek, na Namíbia, a inscrição da arte “Fabrico de Chocalhos” na Lista do Património Cultural Imaterial que Necessita de Salvaguarda Urgente.

“O Fabrico de Chocalhos” é, assim, o primeiro elemento inscrito por Portugal na Lista do Património Cultural Imaterial da UNESCO que Necessita de Salvaguarda Urgente, que visa proteger manifestações culturais em risco de desaparecimento, nomeadamente devido à diminuição do número de artesãos que a praticam.

A referida Lista distingue-se da Lista do Património Mundial, prevista noutra convenção da UNESCO, a Convenção para a proteção do Património Cultural e Natural, onde se encontram inscritos os 15 sítios portugueses considerados de valor universal excecional, bem como da Lista Representativa do Património Cultural Imaterial, que integra elementos culturais representativos de uma comunidade, de que são exemplos nacionais o fado, a dieta mediterrânica e o cante alentejano.

Esta bem sucedida candidatura, apresentada por Portugal, foi promovida pela Câmara Municipal de Viana do Alentejo e pela Junta de Freguesia de Alcáçovas, tendo-se associado ainda outras entidades da região e abarcado outros artesãos que mantém esta prática tradicional em distintos pontos do território nacional, criando assim um incentivo e compromisso para a proteção da arte “Fabrico de Chocalhos”.