Comissão Nacional da UNESCO

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Lista Indicativa de Portugal ao Património Mundial

Ficou hoje  concluído o processo de atualização da Lista Indicativa de Portugal ao Património Mundial. Datando de 2004 a anterior Lista Indicativa, a Comissão Nacional da UNESCO iniciou em finais de 2013 o processo conducente à sua atualização, no período coincidente com o mandato de Portugal no Comité do Património Mundial (2013-2017).

Conduzido pela Comissão Nacional da UNESCO, entidade responsável pelo acompanhamento no nosso país da Convenção da UNESCO para a Proteção do Património Mundial, Cultural e Natural, o processo decorreu da recomendação da UNESCO de que as Listas Indicativas  dos Estados parte na Convenção do Património Mundial sejam atualizadas a cada 10 anos. Recorda-se que as Listas Indicativas constituem um pré-requisito indispensável para a candidatura de Bens a Património Mundial.

A Lista indicativa atualizada integra os seguintes 22 Bens:

  • Aqueduto das Águas Livres
  • Caminhos Portugueses de Peregrinação a Santiago de Compostela
  • Centro Histórico de Guimarães e Zona de Couros (extensão)
  • Complexo Industrial Romano de Salga e Conserva de Peixe em Tróia
  • Conjunto de Obras Arquitetónicas de Alvaro Siza em Portugal
  • Costa Sudoeste
  • Deserto dos Carmelitas Descalços e Conjunto Edificado do Palace-Hotel no Bussaco
  • Dorsal Médio-Atlântica
  • Edifício-sede e Parque da Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa
  • Fortalezas Abaluartadas da Raia
  • Icnitos de Dinossáurios da Península Ibérica
  • Ilhas Selvagens
  • Levadas da Madeira
  • Lisboa Histórica, Cidade Global
  • Lisboa Pombalina
  • Lugares de Globalização
  • Mértola
  • Montado, Paisagem Cultural
  • Palácio e Tapada Nacionais de Mafra e Jardim do Cerco
  • Rota de Magalhães. Primeira à volta do Mundo
  • Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga
  • Vila Viçosa, Vila ducal renascentista