A Diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, condenou o assassinato do jornalista de televisão German Vallecillo Jr. e do operador de câmara Jorge Posas, que foram mortos a tiro no seu veículo no passado dia 1 de julho nas Honduras.

"Condeno o assassinato de German Vallecillo Jr. e de Jorge Posas. Uma imprensa livre e segura desempenha um papel vital nas sociedades democráticas e deve, portanto, ser protegida e apoiada. Estou certa de que as autoridades locais irão investigar este crime para estabelecer o motivo do crime e levar os seus autores à justiça.”

Os dois jornalistas, que trabalhavam na estação de televisão privada 45TV, foram atingidos no seu veículo na cidade de La Ceiba, no norte do país. A emboscada foi filmada por uma câmara de vigilância e a polícia interrogou várias pessoas. German Vallecillo Jr., que era apresentador e também dirigia a estação de rádio Stereo92, tinha anunciado a sua intenção de concorrer às próximas eleições legislativas. Foi assassinado no dia em que completava 41 anos de idade. Jorge Posas era operador de câmara.

A UNESCO promove a segurança dos jornalistas através da sensibilização a nível mundial, de um desenvolvimento de capacidades e da implementação do Plano de Acão das Nações Unidas sobre a Segurança dos Jornalistas e a Questão da Impunidade.

Mais informações: A UNESCO condena o assassínio de jornalistas

  • Partilhe