Comissão Nacional da UNESCO

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Declaração do Funchal - Museus, Lugares Sociais Emblemáticos

declaracao do funchal icom

A Federação Mundial dos Amigos dos Museus e a Aliança Europeia do Conselho Internacional dos Museus defendem novas políticas públicas para os museus

Cerca de uma década depois da sua última tomada de posição conjunta, sobre “Museus e Turismo Cultural”, a Federação Mundial dos Amigos dos Museus e a Aliança Europeia do Conselho Internacional dos Museus voltam a encontrar-se, em defesa dos museus, numa Declaração intitulada “Museus, Lugares Sociais Emblemáticos” (em inglês, “Museums, Social Landmarks”).

Apresentada pubicamente em vésperas do Dia Internacional dos Museus (18 de Maio), trata-se de tomada de posição que assinala e celebra também o Ano Europeu do Património Cultural, que decorre em 2018, e passará a ser conhecida por “Declaração do Funchal”, por ser formalmente subscrita pelos Presidentes das duas organizações no Salão Nobre do Governo Regional da Madeira e depois publicamente apresentada na Câmara Municipal daquela cidade, em 11 de Maio próximo, aquando da realização da Assembleia Geral da Federação dos Mundial dos Amigos dos Museus.

A “Declaração do Funchal” recorda a centralidade dos museus no mundo contemporâneo e o grande apego dos cidadãos aos mesmos, bem visível, no caso europeu, pelos resultados do mais recente Eurobarómetro sobre Património Cultural. Assinalam-se também os efeitos muito perniciosos para os museus da crise financeira global iniciada há cerca de uma década e de que apenas recentemente muitos países deram mostrar ter superado. Neste quadro de recuperação e retoma económicas, consideram as duas organizações ser altura de lançar um conjunto de orientações estratégias e medidas operacionais, tanto pelos museus como pelas entidades governativas, em cada país. Aos museus sugere-se nomeadamente que promovam o envolvimento comunitário, o lançamento de programas especialmente direcionados para jovens adultos e o reforço da capacidade de funcionarem com catalisadores para o desenvolvimento económico local. Às autoridades, recomenda-se o reforço do financiamento e toda uma nova agenda de políticas públicas focadas na criação ou reforço de redes cooperativas, promotoras de exposições itinerantes, da partilha de serviços e recursos e do maior e mais amplo uso das novas tecnologias digitais, potenciadoras de novas capacidades de conexão entre museus (conformemente ao tema do Dia Internacional dos Museus deste ano) e destes com os seus públicos e as comunidades em que se inserem.

 

Read the Declaration of Funchal (English) here

Lisez la Déclaration de Funchal (Français) ici

Leya la Declaración de Funchal (Español) aquí

Leia a Declração do Funchal (Português) aqui