Comissão Nacional da UNESCO

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Dia Internacional dos Migrantes

dia internacional dos migrantes

Mensagem da Diretora Geral da UNESCO

Por ocasião do Dia Internacional dos Migrantes

18 de dezembro de 2017

Milhões de mulheres e homens estão a deixar as suas casas em busca de trabalho e educação. Milhões de pessoas deslocam-se, porque não têm escolha, para fugir da guerra e da perseguição, para escapar aos ciclos viciosos de pobreza, insegurança alimentar e degradação ambiental.

A migração é um fenómeno global movido por muitas forças. Estas começam com aspirações pela dignidade, segurança e paz. A decisão de abandonar a nossa casa é sempre extrema e, frequentemente, o começo de uma viagem perigosa e, por vezes, fatal.

A UNESCO está a tomar medidas para fazer avançar os compromissos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável relacionados com as migrações, o que começa com a educação, através da promoção do acesso a uma educação de qualidade para os refugiados sírios, facilitando o reconhecimento de diplomas e qualificações. Através da nossa Coligação Internacional de Cidades Inclusivas e Sustentáveis, promovemos uma abordagem acolhedora dos migrantes a nível local. Estamos a potenciar as capacidades dos jornalistas para fazerem frente a narrativas negativas e dar destaque às histórias dos migrantes. A UNESCO está profundamente envolvida com parceiros das Nações Unidas através do Grupo Mundial para as Migrações, para formular um Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular.

A Agenda 2030 promete não deixar ninguém para trás, o que tem que incluir todos os migrantes. Proteger os seus direitos e dignidade significa responder a necessidades humanitárias e fazer avançar o desenvolvimento sustentável. Acima de tudo, significa defender a nossa humanidade comum através de uma solidariedade ativa.

Audrey Azoulay