diaaudiovisual

Mensagem de Irina Bokova,

Diretora Geral da UNESCO,

por ocasião do Dia Mundial do Património Audiovisual

27 de outubro de 2016

O Dia Mundial do Património Audiovisual é a ocasião para celebrar a importância deste património para o conjunto das mulheres e dos homens e para todas as sociedades.

A 27 de outubro comemora-se a adoção, em 1980, pela Conferência Geral da UNESCO, da Recomendação para a salvaguarda e a conservação das imagens em movimento, primeiro instrumento internacional sobre a importância cultural e histórica das gravações cinematográficas e televisivas, através do qual se defendiam medidas decisivas para a sua conservação.

Esta é a sua história – não a deixe perder-se!

Este é o nosso tema para este ano.

As imagens em movimento e as gravações sonoras são registos importantes das nossas vidas, encerram grande parte da nossa memória pessoal e social, essencial para a nossa identidade e para o nosso sentimento de pertença. Por este motivo devem ser conservados e divulgados enquanto elementos do nosso património comum. As histórias contadas por este património são expressões poderosas da cultura e do lugar, tecem a experiência pessoal e coletiva e refletem a procura de um sentido comum a todos.

Este património constitui uma âncora num mundo em mudança, em particular para as comunidades locais, pois regista atividades culturais e reflete a grande diversidade de expressões. Fatores de coesão, os arquivos são igualmente parte integrante dos debates sobre as prioridades futuras, preservando a diversidade das histórias e permitindo às gerações futuras entenderem aquilo que as antecedeu.

Os arquivos são a memória coletiva da humanidade, conservada em numerosas organizações públicas e privadas. Precisam desesperadamente de ser conservados, em particular nas zonas afastadas. Apelo assim aos profissionais dos arquivos, às organizações públicas e privadas e às entidades interessadas para que tomem medidas urgentes para salvaguardar as obras e os registos audiovisuais como parte integrante do nosso património comum.

  • Partilhe