banner dia mundial patrimonio audiovisual

27 de outubro de 2019

Em 1963 e 1964, Nelson Mandela e outros dirigentes do Congresso Nacional Africano foram julgados por terem tentado sabotar o regime do apartheid na África do Sul. A sua luta histórica contra o regime vigente chamou a atenção do mundo inteiro sobre a situação do país.

Os documentos relativos ao “Processo penal nº 253/1963 (o Estado da África do Sul contra Nelson Mandela e outros)”, encontram-se inscritos no Registo da Memória do Mundo da UNESCO, incluindo, nomeadamente, uma imagem impressionante do mandado de captura de Mandela, assim como o registo áudio do processo na íntegra. A preservação deste tipo de documentos, que nos permite testemunhar da brutalidade do racismo, é um elemento essencial da missão da UNESCO que consiste em promover a paz e evitar que a história se repita.

Contudo, os materiais audiovisuais também são extremamente frágeis. Perde-se um número excessivo destes materiais devido a práticas deficientes de armazenamento, a desastres naturais, e até a conflitos. Este é o motivo pelo qual a UNESCO trabalha com arquivistas, bibliotecários e outros profissionais para preservar este património e torná-lo acessível, nomeadamente através do Programa Memória do Mundo.

A digitalização oferece numerosos meios de salvaguarda destes materiais e de disponibilização ao público em todo o mundo. A UNESCO mostra o exemplo no quadro de um projeto de dois anos, lançado com o generoso apoio do Japão e que terminará em junho de 2020. “Digitalizar a nossa história comum da UNESCO” inclui mais de 15300 registos áudio, 75 horas de documentos audiovisuais e vídeos, e 5000 fotografias históricas que ajudam a relatar a história da ação da Organização em prol da cooperação internacional e da construção da paz. Os primeiros documentos já se encontram disponíveis online, outros milhares serão acrescentados nos próximos meses.

O Dia Mundial do Património Audiovisual que, este ano, aspira a uma “imersão no passado através do som e da imagem”, oferece-nos a oportunidade de recordarmos a importância dos materiais audiovisuais para nos ligarmos à nossa história e compreendermos aquilo que hoje somos. O último século foi marcado por um desenvolvimento humano sem precedentes e por acontecimentos que transformaram o mundo. Temos de nos assegurar que os ensinamentos que daí resultam são transmitidos às gerações futuras.

  • Partilhe