cartaz reduzido

A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou em 2017 uma Resolução que reconhece a procura pela felicidade como ‘um objetivo humano fundamental’ e convidou os Estados-membros a promover políticas públicas que incluam a importância da felicidade e do bem-estar em sua aposta pelo desenvolvimento. Adotada por aclamação, a Resolução intitulada “A Felicidade: para um Enfoque Holístico do Desenvolvimento”, reconheceu que a felicidade é “um objetivo e uma aspiração universal que deve ser potencializada” porque é, além disso, “a manifestação do espírito dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio” (ODM).

A Assembleia Geral convidou os 193 países-membros da ONU para empreenderem “a elaboração de novas medidas que reflitam melhor a importância deste objetivo nas suas políticas públicas”. A Resolução aprovada, que foi auspiciada principalmente pelo Butão, evidencia que “o indicador do produto interno bruto por natureza não foi concebido para refletir a felicidade e o bem-estar das pessoas de um país e não os reflete adequadamente”, por isso chamou os países para solucionarem essa situação.

Assim, a Comissão Nacional da UNESCO decidiu promover junto da sua Rede de Bibliotecas Associadas, o concurso “O que é a Felicidade?” e cujos objetivos foram:

- Sensibilizar para o facto de que a felicidade é um direto e um objetivo humano fundamental;

- Promover a felicidade entre as pessoas e mostrar como este facto é fundamental para o bem-estar;

- Valorizar a importância da felicidade e do bem-estar para a vida das pessoas;

- Promover o cumprimento da Agenda 2030 por meio dos ODS 3 “Saúde de qualidade” e o 4 “Educação de Qualidade”;

- Incentivar a solidariedade para construir um mundo pacífico e sustentável.

O concurso foi dirigido a crianças e jovens, adultos e seniores, com idades compreendidas entre os 6 e os 70 anos e os trabalhos foram divididos em quatro categorias:

Entre os 6 e os 10 anos – Tema: A Felicidade tem as cores do arco íris

Entre os 11 e os 17 anos – Tema: Fazemos parte da Natureza: como a Natureza nos pode fazer felizes…

Entre os 18 e os 40 anos – Tema: A Felicidade começa dentro de mim

A partir dos 41 anos – Tema: A arte de ser feliz

A exposição estará patente na Biblioteca Municipal de Beja até 20 de julho.

Para mais informações, poderá ser consultado o website da Câmara Municipal de Beja: https://cm-beja.pt/pt/agenda.aspx#

  • Partilhe