• Este Comité independente tem por missão principal aconselhar a Diretora-Geral da UNESCO para a gestão dos riscos de controlo interno, a auditoria interna, a avaliação, assim como todas as outras questões conexas.
  • Os candidatos para o primeiro lugar deverão ter uma experiência recente e de alto nível nos domínios da informação financeira, da gestão dos riscos, da auditoria, e/ou das competências em matéria de controlos nas organizações internacionais ou no setor público.
  • O segundo lugar vago necessita de uma experiência aprofundada e internacional da avaliação no domínio das relações internacionais.
  • Os candidatos devem ser independentes e externos à organização, assim as candidaturas de antigos funcionários da UNESCO não poderão ser consideradas. Os membros do Comité terão assento a partir de janeiro de 2020, a título pessoal e para um mandato de três anos, renovável uma vez. Não deverão solicitar, nem aceitar instruções de nenhum governo ou qualquer outra autoridade.
  • Os membros do Comité não são remunerados, contudo a Organização responsabiliza-se pelo pagamento das despesas de viagem e ajudas de custo por ocasião das duas ou três reuniões anuais organizadas em Paris, de acordo com os procedimentos e regras que regem a sua política em matéria de viagens.
  • As pessoas interessadas são convidadas a apresentar a sua candidatura por e-mail, para ios@unesco.org, com cc/ do endereço de email cnu@mne.pt.

 

Mais informações sobre a UNESCO e o mandato do Comité Consultivo de Vigilância em: https://fr.unesco.org/about-us/ios

 
  • Partilhe