Mensagem da Diretora-Geral da UNESCO

2019

No ano passado, quando as duas equipas nacionais olímpicas da península coreana desfilaram juntas, por ocasião da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, assistimos a um gesto simbólico de reconciliação através do desporto.

Alguns meses mais tarde, graças à mediação da UNESCO, a República da Coreia e a República Popular Democrática da Coreia decidiram, de comum acordo, propor a inscrição da luta tradicional coreana, Ssirum/Ssireum, na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade, da qual fazem parte vários jogos e desportos tradicionais do mundo. Estes dois poderosos exemplos são ilustrativos do potencial do desporto para unir as pessoas abrindo assim o caminho para a paz e para o diálogo.

Independentemente da idade, do género ou da pertença étnica, o desporto é apreciado por todos; o seu alcance não tem igual. Além disso, o desporto promove valores universais, como a inclusão, que transcendem a língua e a cultura. A história abunda de exemplos que nos inspiram e nos mostram como um acesso mais alargado ao desporto favoreceu a inclusão nas sociedades e permitiu ultrapassar os preconceitos contra as mulheres, as minorias étnicas e as pessoas portadoras de deficiência.

A importância do desporto é tal que a Assembleia Geral das Nações Unidas reconheceu, no ano passado, que este constituía um motor de desenvolvimento sustentável, não só pelo seu papel na construção da paz e da autonomização, mas também para o bem-estar que nos proporciona todos os dias.

De forma a difundir este bem-estar, assim como os valores de espírito de equipa, de disciplina, de igualdade, de fair play e de respeito, a UNESCO colabora com a Federação Internacional de Futebol (FIFA) e com o Programa Alimentar Mundial da ONU (PAM) para reforçar o acesso das crianças ao desporto, distribuindo bolas de futebol e incentivando os professores a inscreverem o desporto nos programas escolares.

O Campeão da UNESCO para o desporto, o futebolista brasileiro Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como “Pelé”, declarou um dia: “O desporto é uma grande fonte de inspiração para os jovens”. Esta fonte de inspiração única é o motivo pelo qual a UNESCO permanece firmemente empenhada em trabalhar com os jovens no mundo inteiro, para que se impliquem na sua comunidade e contribuam para transformações positivas através do desporto.

O Dia Internacional do desporto ao serviço do desenvolvimento e da paz convida pessoas de todas as idades e de todos os horizontes a praticarem uma atividade desportiva, não só em prol de um maior bem-estar físico e mental, mas também para consolidar uma paz duradoura baseada no respeito e no diálogo.

Audrey Azoulay

  • Partilhe